Empresas deixam diplomas de lado e preferem contratar pessoas que seguem uma religião ou são esportistas

Empresas deixam diplomas de lado e preferem contratar pessoas que seguem uma religião ou são esportistas

5 de dezembro de 2018 0 Por admin
Spread the love

Você pode estar se perguntando, rapaz, que cara doido de fazer isso. Mais é verdade. Grandes empresas principalmente as na área de tecnologia estão preferindo pessoas que seguem uma religião fielmente ou que são esportistas e tem uma rotina de esporte diária. Mais isso tudo tem um porque, veja:

Hoje em dia parceiro, a grande dificuldade das empresas são em achar profissionais engajados e comprometidos com o propósito da empresa. Grande parte da população pensa em receber no final do mês em trabalhar somente aquelas “horinhas” por trabalhar. Não se comprometem não tem propósito e muito menos sabe a onde a empresa quer chegar.

Principalmente no ramo da tecnologia e em startups o comprometimento tem que ser 100%. Ainda mais em um projeto que promete mudar o rumo do pais ou até do mundo, como muitas startups.

Mais ai você pode estar se perguntando, tá, e o que isso tem haver com religião ou esporte?
SIMPLES! Muitos empresários e empreendedores entendem ou estão passando a entender que se você, não tem comprometimento com sua fé (que é algo que 99% da população tem e acredita) ou com o seu corpo que é onde você mora todos os dias, certamente você NUNCA terá com a empresa que trabalha. 

Fará corpo mole, chegará atrasado, não terá um propósito na empresa a ser atingido e muito menos uma meta. A prova disso é que a maioria dos empresários de sucesso, quando falo a maioria é 95%, praticam esportes e tem uma frequência em uma certa religião, e muitos fazem projetos sociais também.

A grande maioria dos esportistas tem metas claras, são engajados com horários, com propósitos e tem uma saúde satisfatória. Isso acontece também com quem segue uma religião. Pois são pessoas que trabalham em projetos, tem deveres e assumem responsabilidades que muita das vezes nem precisavam assumir.

Hoje em dia pelo contrário do que muitos pensam, as empresas não estão mais preocupadas com um papel que fala que você é formado. Até porque muitos formados não sabem 10% do que deviam saber. As empresas procuram é pessoas com fome de vitória, que não fazem corpo mole, que não estão preocupada só com o decimo terceiro. Procuram pessoas que querem mais todos os dias, ou melhor a cada minuto.

Então se você não tinha essa mentalidade, ou que tinha aquela mentalidade de “vou fazer somente o que sou pago para fazer”. Irmão, esquece, você vai ganhar salário mínimo até morrer. A não ser que você acerte os 6 números da Mega Sena.

Grande abraço e espero ter ajudado.